Brasil é o terceiro país que mais instala aplicativos de finanças no mundo

Superintendente de T.I da Neoconsig, Paulo Costa, atribui crescimento do setor de tecnologia financeira à era da informação na palma da mão

O Brasil é o terceiro país que mais instala aplicativos de finanças no mundo. Dados do estudo realizado pela AppsFyler sobre aplicativos financeiros no Brasil e no mundo, revelam que 8,5% de todas as instalações no Brasil são de aplicativos financeiros. Ainda de acordo com os estudos, a alta adoção de smartphones com conexão à internet, bem como a facilidade de uso geral e a falta de burocracia, são alguns dos fatores que podem ter contribuído com o sucesso dos bancos digitais no país.

Em entrevista, o superintendente de T.I da Neoconsig, Paulo Costa, atribui crescimento do setor de tecnologia financeira a era da informação na palma da mão, que aumentou a quantidade de novos usuários e de novos aplicativos lançados no mercado. Especialista no desenvolvimento de soluções inovadoras para gestão de crédito consignado, a Neoconsig tem apostado no aprimoramento de seus aplicativos para garantir aos seus usuários mais simplicidade, agilidade e comprometimento com a segurança, de acordo com o superintendente. “Com isso, o aumento tem sido muito gratificante”, afirma Paulo Costa.

Veja a entrevista completa:

1 – O download de aplicativos de finanças no Brasil dobraram em dois anos. A que o senhor atribui esse crescimento?

O Brasil é o terceiro País em quantidade de download de aplicativos e os usuários gastam cerca de 80% do seu tempo nos celulares, ou seja, a explicação é fácil: estamos deixando de usar notebooks e iniciamos a era das informações na palma da mão.

Isso também pode se dar devido à grande quantidade de novos usuários e a quantidade de novos aplicativos lançados no mercado. A Neoconsig tem aprimorado os seus app’s para trazer aos usuários a maior simplicidade com agilidade e compromisso de segurança e, com isso o aumento tem sido muito gratificante.

2 – O isolamento social em razão da pandemia de coronavírus teve influência nesses dados?

A influência é muito clara, pois uniu o útil – o celular – à necessidade de evitarmos saídas desnecessárias para compras ou pagamento de contas. Muitas vezes nos deslocávamos para uma simples assinatura de contratos, agora com um simples aceite, o consignado é realizado.

3 – Com qual cenário a Neoconsig trabalha no pós-pandemia? Qual deve ser o percentual de contratação de serviços da empresa via aplicativo?

Para a Neoconsig, o importante é facilitar e agilizar os processos para seus convênios e, consequentemente, para os usuários. No pós-pandemia, a utilização dos aplicativos deve se manter e, neste contexto, podemos dizer que a pandemia acelerou o processo de tecnologia em nossas vidas.

4 – Quais foram as principais inovações desenvolvidas pela instituição durante esses últimos anos?

As principais inovações estão direcionadas para simplificar. Há algum tempo, nossos aplicativos tinham muitos relatórios que descobrimos, através de pesquisa de campo, que não tinham utilidade para os usuários no dia a dia. Partimos então, para soluções simples e, principalmente, os nossos clientes quanto as suas necessidades.

  •  Fonte : https://fatoregional.com.br/brasil-e-o-terceiro-pais-que-mais-instala-aplicativos-de-financas-no-mundo/
     APLICATIVOS  MERCADO FINANCEIRO.