IAN traz velocidade e precisão para o mercado financeiro

Ferramenta tem foco na recuperação da base de clientes de forma estratégica

Empresas ligadas ao mercado financeiro utilizam cada vez mais a tecnologia para impulsionar seus negócios e influenciar a tomada de decisão. Levando em consideração este nicho, foi lançada neste mês a Inteligência Artificial Neoconsig (IAN), nova ferramenta que se destaca no mercado pelo trabalho com alto volume de dados, velocidade e precisão. O objetivo do robô é auxiliar seguradoras, bancos e correspondentes bancários a serem mais assertivos na comunicação com seus clientes.

Com o IAN, a empresa pode oferecer produtos a uma quantidade expressiva de clientes simultaneamente. A ferramenta "conversa" com o usuário nos primeiros níveis de atendimento e o encaminha para dar continuidade às negociações através do contato com um profissional, que só ocorre mediante o consentimento do cliente. Com isso, o serviço se torna mais qualificado e direcionado.

O Presidente da Neoconsig, Fernando Weigert, explica que um dos objetivos do IAN é a recuperação da base de clientes inadimplentes, trazendo-os de volta de forma estratégica e natural. "Apesar de ser uma inteligência artifical, o IAN humaniza o atendimento à medida que aprende com as informações do cliente. Traz um processo diferenciado, otimizando o tempo e gerando um volume de negócios maior", afirma Weigert.

Trabalho

Weigert explica ainda que o uso da inteligência artificial também qualifica postos de trabalho. "Hoje, a cada 10 ligações feitas, apenas um cliente fala com a empresa. Com o uso do IAN, os profissionais envolvidos podem ser melhor capacitados para concretizar uma venda, pois eles já sabem o que o cliente quer", avalia o presidente.

Um dos diferenciais do IAN em relação às ferramentas que estão disponíveis no mercado é a possibilidade de personalizar toda a roupagem de acordo com a marca, como voz e texto, por exemplo. Além disso, tem a capacidade de aprender com as informações que coleta nas conversas com o usuário. Ou seja, a medida em que for usado, ele aprende mais sobre a marca e o comportamento do cliente. "O IAN é convergência e inovação. O que ele faz é concentrar toda uma problemática para uma aceitação mais fácil. O IAN é simplicidade", afirma.

Tecnologia

Um dos responsáveis pelo desenvolvimento do IAN, Jacson Fressato é também o criador do robô Laura, que salva vidas em hospitais brasileiros por meio do monitoramento do risco de sepse, doença causada por uma infecção que pode ocasionar graves danos ao organismo, inclusive levar à morte. Jacson iniciou o trabalho com o robô Laura após a morte de sua filha, que morreu vítima de sepse.

Desde então, o curitibano afirma que pretende impactar bilhões de vidas por meio da tecnologia de ponta, acessível e eficiente. Agora, a experiência chegou também ao mercado financeiro. "Acredito que vou impactar bilhões de vidas aqui também. São poucos os casos em que uma pessoa contrata crédito por consumismo, por exemplo. Geralmente esta decisão é tomada para uma necessidade básica", conclui.

  •  Fonte : https://www.terra.com.br/noticias/dino/ian-traz-velocidade-e-precisao-para-o-mercado-financeiro,b670a899cced15a3fab3a724638f1e76q9bs0444.html
     NEOCONSIG  IAN  INTELIGENCIA ARTIFICIAL  MERCADO FINANCEIRO  FINANCAS